sábado, 10 de julho de 2010

Um pensamento rápido

"Cada saudade tem o seu remédio, como o veneno de cobra tem o seu antídoto"
                                                                                                                    A.C
Remédio?
Perguntei à minha mãe qual seria o remédio da saudade, ela disse rapidamente:
"Tá pertinho da pessoa que te faz falta"
Minha resposta seria diferente, digo que o remédio é a distância, o tempo.
A distancia gera a saudade,mas tambem pode apaga-la com a ajuda do tempo.
Eis a saudade que gostamos de ter e a saudade que temos medo de sentir e quando sentimos queremos expulsa-la do peito.
Percebi entao dois tipos de saudade:
A que somente dói e a que fere!
E os seus respectivos remédios.
Existem outros tipos tambem...

2 Opiniões:

aldocefer disse...

Justamente: o antídoto para o veneno da cobra é produzido do próprio veneno. Portanto: o veneno utilizado em doses suaves ajuda a salvar, mas se administrado em grandes quantidades leva à morte.

Bruna. disse...

Ainda estou tentando descobrir o que é de fato a suadade, que dirá um remédio para ela. Acho que não há. Uma saudade pode ser eterna, mesmo aquela que dói, mas há certas dores que aprendemos a viver - conviver com elas, como uma dor anestésica.
Gostei do blog =)
Vou segui-lá!
Também tenho um espacinho virtual, o http://khatarsisencontros.blogspot.com/. Passe lá para fazer uma visita. Escrevo, como você, para me salvar das minhas confusões, dos meus delírios - talvez - o inconsciente a falar por mim. Por crônicas,poesias, contos...
Um beijo,
Bruna

Postar um comentário

Comentários